Segundo filho… Em menos de dois anos?

Pois é, somos pais (jovens) com dois filhos com menos de dois anos. Não é fácil, admito, mas não há felicidade maior que ver a interação entre eles os dois. Sentirmo-nos realizados aos 25 anos não é fácil, mas é assim que nos sentimos, o nosso amor, a nossa casa e a família que sempre sonhámos.

É um desafio, principalmente porque são dois bebés, com necessidades diferentes, mas muito dependentes de nós, cada um a chamar para o seu lado.

Quando estava grávida todos me diziam “cuidado, quando nascer ela vai ter muitos ciúmes”, “não podes deixá-la aproximar-se muito dele”, “não vai gostar dele”, entre muitas outras coisas. A verdade é que nunca sabemos, as crianças são muito imprevisíveis, mas acho que acima de tudo temos de assumir que são isso mesmo – Crianças. Com isso, decidimos que o melhor era deixar a Diana interagir com o irmão à vontade (claro que sempre sob supervisão), sem grandes regras nem imposições, deixá-la “explorar”, nos primeiros dias tivemos medo, depois vimos o amor que ela demonstrava por ele, apenas o queria abraçar e dar beijinhos.

Hoje, ao fim de 3 semanas, ela já não vai para a cama sem dar um beijinho de boa noite ao irmão, adora observá-lo, imitar os seus pequenos sons, dizer onde ele tem os pés, mãos, barriga, cabeça, etc. De vez em quando diz-lhe “Upa” para ver se ele se levanta (acho que ainda não percebeu o porquê de ele não se levantar). Uma gigante felicidade para nós.

Acho que não fazermos grande alarido da situação ajudou, bem como não impormos regras nem mudarmos o ritmo da casa a que ela estava habituada, deixar ser ela a decidir como e quando interagir com ele, sem a obrigarmos a nada, foram tudo fatores que ajudaram a que ela reagisse tão bem ao irmão.

O mais importante é tentar não entrar em pânico com a situação, nem supor nada, esperar para ver o que acontece e só na altura decidir como reagir, porque por mais planos que se façam, é impossível prever o que vai acontecer.

 

2 Comments

  1. Teresa
    Autor
    22 de Outubro, 2018 / 4:52 pm

    E é mesmo assim que tem de ser ! Tranquilidade. Felicidades!

  2. Márcia Xuxu do Gula
    22 de Outubro, 2018 / 10:29 pm

    Adoro-vos, mesmo!! ♥️

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *